About

Tipo assim. Mayara é meu nome, mas minha mãe só me chama de Mayara quando está brava. May é um apelido bem conhecido meu, ou Máah.
Em setembro eu faço 15 anos, 30/09/1994.
Não aprendi a me descrever assim, mas tipo, quem sabe, contando sobre meus sonhos, eu consiga.

England é meu sonho pra morar. Brighton, para ser mais exata. Em Brighton tem praias, tem o clima britânico e tem as pessoas mais facinantes que eu já vi.
Pra faculdade, eu quero o curso de Design Gráfico, já que minha paixão é o Design gráfico e editorial.
Pra agora, eu só espero ser feliz, e conseguir realizar os meus desejos.

Eu nunca fui uma garotinha bem comum. Enquanto elas brincavam de Barbie, eu só fui brincar de Barbie aos 9 anos e parei aos 10. Antes, eu assistia as lutinhas com meus irmãos, brincava de leãozinho e assistia Pokémon.
Eu sempre fui muito apegada aos meus irmãos. Eu tenho vários, mas tem sempre aqueles que estão do seu lado, dia após dia. O Brau, o Naum (Que sumiu, aliás) e a Zani. Eu amo os outros do mesmo jeito, mas eles tem sua própria vida agora.
O Brau é pai da Melissa, a minha sobrinha. Ela veio num dia que eu tinha tudo pra ficar deprimida, e um dia antes do meu aniversário. Ela é demais, só isso que eu digo. Ela é uma palhacinha. Dá risada por tudo e pra tudo, e adora pegar minhas coisas e babar nelas. HAHAHAHA

Eu tenho um grave problema com filmes. Eu sou viciada neles! Desde Ghostbusters, Juno à Indiana Jones. Filmes pra mim são demais. Meu favorito é Os Garotos da Minha Vida, com a Drew Barrymore e Peter Faccineli. A propósito, Drew Barrymore é minha atriz favorita.
Música? The Killers, MuteMath, Oasis, The Clash, The Donnas, The Veronicas, Guns’n’Roses, e muita coisa.
Eu amo o Tom Fletcher, fato. Thomas Fletcher, o cara mais demais que eu já vi. Ele é cult demais. Ele entende de cultura…Filmes, música, livros.
Não me adaptei ao Last.fm, infelizmente. UHAHU Mas nunca se sabe.

Devo dizer que meu livro favorito é o Mágico de Oz…A pequena Dorothy me comove do começo ao fim. Seu cãozinho meio ciumento, Totó. O Leão Covarde, o Homem de Lata sem sentimentos, o Espantalho sem inteligência. Eles buscaram até o fim, até a Cidade das Esmeraldas, pela solução de seus problemas, e descobriram em si mesmos a fé. Uma aventura e tanto…

Bom, é isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: